name='description'/> PORTAL LIVRE NOTÍCIAS-MA: Europeus reconhecem Guaidó como presidente interino da Venezuela

Páginas

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Europeus reconhecem Guaidó como presidente interino da Venezuela



 Países já haviam alertado que, se Maduro não convocasse novas eleições até este domingo (3), admitiriam a legitimidade do oposicionista.

O Reino Unido, a Espanha e a França anunciaram nesta segunda-feira (4) que reconhecem Juan Guaidó — líder de oposição a Nicolás Maduro — como presidente interino da Venezuela.
As nações europeias já haviam alertado, na semana passada, que se Maduro não convocasse novas eleições até este domingo (3), admitiriam a legitimidade de Guaidó na presidência interina.
"Consideramos que hoje o presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, cuja legitimidade está perfeitamente reconhecida, está habilitado para convocar eleições presidenciais", indicou o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, em entrevista à emissora France Inter.

O presidente da Espanha, Pedro Sánchez, também fez pronunciamento nesta segunda-feira no Palácio da Moncloa — sede central do governo espanhol, em Madri — sublinhando que reconhece Guaidó como "presidente encarregado" e espera a convocação de eleições "no menor prazo possível".

Articulação independente
Holanda, Finlândia, Dinamarca, Suécia, Áustria e Bélgica, além dos Estados bálticos Letônia e Lituânia, também declararam apoio a Guaidó, e espera-se que outros países, ao longo do dia, sigam o exemplo. O reconhecimento é uma articulação diplomática independente dos países, uma vez que não foi alcançado um consenso no âmbito da União Europeia para uma resposta conjunta à crise venezuelana.